SOBRE A MOSTRA

O Programa de Qualificação em Artes estabelece diálogos e trocas de experiências artísticas com grupos de teatro e dança do interior, litoral e região metropolitana de São Paulo, fomentando o desenvolvimento técnico e os meios de produção de jovens artistas e seus coletivos. A constante procura pela inovação estratégica nesses campos artísticos levou a criação do Programa, que busca proporcionar vivências que ampliem e diversifiquem os repertórios conceituais e as práticas dos artistas pelo interior do Estado de São Paulo.

Um dos grandes diferenciais do programa é promover a prática artística a partir da perspectiva do contexto do grupo, valorizando e fomentando a formação de público e a vida cultural das comunidades artísticas.

Este ano, devido à pandemia do Covid-19, a Mostra de Teatro será on-line. O ponto de encontro virtual possibilitará aos artistas de várias regiões do estado de São Paulo a partilha com o público sobre os modos diferentes de produzir e fazer arte.

Nesta edição, o público assistirá aos trabalhos de 25 grupos: Aliteatro – Presidente Prudente | Cia Ímpares – Tatuí | Aos Olhos de Sofia – Piracicaba | Fruidores de Arte – Santos | Cia. Pé de Ator – Itariri | Mythus – Macatuba | Cia. Espelunca – São Carlos | Pagu Cia de Teatro – Presidente Prudente | Cia Império Teatral – Caraguatatuba | Núcleo Ágora de Teatro – São José dos Campos | Cia Entre Palcos – Palestina | Gatu Teatral – Ubatuba | Coletivo Verum de Teatro – Santos | Cia. Bambolina – Paraguaçu Paulista | Cia Azul de Teatro & GET Miragem – Dracena/Santa Bárbara D’Oeste | Grupo Panela de Expressão – Ourinhos | Viva Arte Cia de Teatro – Teodoro Sampaio | Grupo Teatral Apanela – Ribeirão Preto | GAL – São José do Rio Preto | Pé de Gente – Peruíbe | Teatro de Trincheira – Caraguatatuba | Coletivo Cultural Athos e Essência – Araras | Grandioso Teatro da Mínima Dimensão – Brotas | Borandá – Limeira | Cia Cássio B de Teatro – Lorena.

“2020 foi um ano em que tivemos de pensar muito sobre: Indivíduo, sociedade e comunidade. O Teatro, uma ferramenta artística de grande potência, nos proporcionou refletir a partir de uma consciência individual e uma consciência de grupo. Assim, nossa subjetividade e identidade, no contexto das relações sociais, nos proporcionaram um conhecimento e uma intervenção no momento em que estamos vivendo.
Entender as dificuldades que passamos também nos ajudou na efetivação dos nossos processos emancipatórios. Buscamos estabelecer relações igualitárias nos percursos e processos criativos, e fizemos da arte o nosso lugar de tomada de consciência.
Uma razão de vida, um olhar sensível e humano, um projeto de futuro que se realiza no aqui agora”!*

*Sérgio Ferrara, Curador do Programa Qualificação em Artes – Teatro

Voltar
Ícone Social Facebook Ícone Social Instagram Ícone Social Youtube

Apoio

Logo de apoiador Logo de apoiador

Realização

Logo de gestor

 

Logo de gestor Logo de gestor

Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.
Consulte sobre os Cookies e a Política de Privacidade para obter mais informações.

ACEITAR