PARA REFLETIR

Em tempos de transformação, especialistas discutem sobre o papel da arte e da cultura no novo contexto. Este eixo traz uma série de webinários que pretende ampliar repertórios e visões de mundo, por meio do compartilhamento de experiências na prática, provocações sobre cultura como geração de valor para negócios e trabalhos em rede.

Assista nos canais:

youtube.com/OficinasCulturaisdoEstadodeSaoPaulo

facebook.com/OficinasCulturais

Atividades com transmissão acessível em Libras.

 

Programação:

O PAPEL DA CULTURA NO NOVO CONTEXTO

Com Marta Porto e Evandro Fióti | Mediação: Daniele Torres e Erick Krulikowski

O atual contexto de pandemia disparou uma série de reflexões e acelerou mudanças. Em um mundo célere e tecnológico, qual o espaço reservado à arte e à cultura? Qual o impacto da alta disponibilidade de informação e conteúdo para artistas e produtores? Como arte e cultura podem ressignificar e regenerar a sociedade?

Dia 14/9 – segunda-feira – Das 15h às 17h.

Orientações gerais:

200 vagas para participantes no Zoom. Seleção por ordem de inscrição.

Inscreva-se até 10/9 clicando aqui. 

 

LIDERANÇA E GESTÃO CULTURAL EM TEMPOS COMPLEXOS

Com Beth Ponte e Maria Helena Cunha | Mediação: Erick Krulikowski

Novos contextos exigem novas formas de pensar, estruturar e liderar transformações no âmbito cultural e criativo. Qual o papel do gestor cultural neste processo, e como deve se preparar para liderar a transformação necessária para criar instituições e projetos mais resilientes e sustentáveis?

Dia 28/9 – segunda-feira – Das 15h às 17h.

Orientações gerais:

200 vagas para participantes no Zoom. Seleção por ordem de inscrição.

Inscreva-se até 23/9 clicando aqui. 

 

INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO CRIATIVO

Com Adriana Barbosa e Bruno Barroso | Mediação: Erick Krulikowski

Para pensar em soluções e projetos sustentáveis, é fundamental que o empreendedor compreenda as demandas e os perfis de um público específico. Adriana Barbosa e Bruno Barroso, fundadores de plataformas que lidam e dependem de empreendedores, conversam sobre a criação de seus negócios e contam como identificam os profissionais de maior potencial em seus projetos.

Dia 5/10 – segunda-feira – Das 15h às 17h.

Orientações gerais:

200 vagas para participantes no Zoom. Seleção por ordem de inscrição.

Inscreva-se até 30/9 clicando aqui. 

 

O ARTISTA NO AMBIENTE DIGITAL

Com Guilherme Petrili, Nathy Faria e Rafa Cappai | Mediação: Erick Krulikowski

Cada vez mais, artistas precisam entender ferramentas do ambiente digital para acessarem e dialogarem com seu público. Rafa Cappai e Nathy Faria, artistas que ajudam outros artistas a se posicionarem nas redes, conversam com Guilherme Petrilli sobre marketing digital, narrativa e identidade artística.

Dia 19/10 – segunda-feira – Das 15h às 17h.

Orientações gerais:

200 vagas para participantes no Zoom. Seleção por ordem de inscrição.

Inscreva-se até 14/10 clicando aqui. 

 

POLÍTICAS CULTURAIS PARA UMA NOVA SOCIEDADE

Com Jailson de Souza e Silva e Leonardo Brant | Mediação: Daniele Torres

Qual o papel do Estado para a promoção da cultura neste novo cenário do século XXI? Quais os desafios para empreender políticas culturais para uma nova sociedade? Jailson de Souza e Silva e Leonardo Brant, pensadores e empreendedores, discutem sobre políticas de cultura neste contexto, Pelo Estado e para além do Estado.

Dia 26/10 – segunda-feira – Das 15h às 17h.

Orientações gerais:

200 vagas para participantes no Zoom. Seleção por ordem de inscrição.

Inscreva-se até 21/10 clicando aqui. 

 

ACESSIBILIDADE NA CULTURA

Com Leonardo Castilho e Mila Guedes | Mediação: Ana Clara Schneider

Como gestores, produtores, espaços e instituições culturais pensam acessibilidade para pessoas com deficiência para além da obrigatoriedade de legislações e contrapartidas de editais? Leonardo Castilho, produtor e multiartista surdo, e Mila Guedes, consultora em diversidade e inclusão de pessoas com deficiência, mediados por Ana Clara Schneider, consultora de acessibilidade com foco em consumo, discutem sobre a importância de planejar projetos e produtos culturais acessíveis já em suas etapas de idealização e concepção.

Dia 9/11 – segunda-feira – Das 15h às 17h.

Orientações gerais:

200 vagas para participantes no Zoom. Seleção por ordem de inscrição.

Inscreva-se até 4/11 clicando aqui. 

 

DADOS QUE REVELAM HISTÓRIAS: PESQUISAS E INDICADORES NA CULTURA

Com Dani Ribas e Isaíra Maria Garcia de Oliveira | Mediação: Daniele Torres

As pesquisas e os dados permitem uma nova compreensão da realidade, sendo capazes de apoiar agentes culturais e criativos na elaboração de estratégias para o desenvolvimento do setor. Nesta conversa, Dani Ribas e Isaíra Maria Garcia de Oliveira falam sobre como os números e os indicadores são fundamentais para uma iniciativa sustentável, e como os números revelam boas histórias.

Dia 16/11 – segunda-feira – Das 15h às 17h.

Orientações gerais:

200 vagas para participantes no Zoom. Seleção por ordem de inscrição.

Inscreva-se até 11/11 clicando aqui. 

 

CULTURA E ARRANJOS ECONÔMICOS LOCAIS

Com Leandro Valiati e Regina Vieira | Mediação: Erick Krulikowski

A discussão sobre a sustentabilidade dos arranjos econômicos e socioculturais locais vem ganhando força. Movimentos que fomentam a circulação de bens e serviços fora dos grandes centros têm crescido, em contraponto à tendência concentradora das grandes capitais. Como este novo movimento de êxodo das grandes cidades pode fazer surgir um novo cenário para cultura no interior? Leandro Valiati, economista, e Regina Vieira, especialista em economia criativa, debatem sobre os impactos econômicos da cultura e sobre como as cidades do interior podem se beneficiar deste movimento.

Dia 23/11 – segunda-feira – Das 15h às 17h.

Orientações gerais:

200 vagas para participantes no Zoom. Seleção por ordem de inscrição.

Inscreva-se até 18/11 clicando aqui. 

 

ARTE, CULTURA E TECNOLOGIA

Com Lucimara Letelier e VJ Pixel | Mediação: Erick Krulikowski

Como a tecnologia pode ajudar artistas e produtores a provocar novas experiências para o público? Quais novas linguagens e formatos estão sendo criados neste momento de pandemia? A cultura digital como aliada dos gestores de instituições culturais em plena transformação. Nesta conversa, Lucimara Letelier, co-curadora do programa HiperMuseus e fundadora do Museu Vivo, e VJ Pixel, artista multimídia, mostram cases e discutem sobre os desafios e oportunidades da tecnologia no universo criativo e da gestão cultural.

Dia 7/12 – segunda-feira – Das 15h às 17h.

Orientações gerais:

200 vagas para participantes no Zoom. Seleção por ordem de inscrição.

Inscreva-se até 2/12 clicando aqui. 

 

SOBRE OS PROFISSIONAIS

Adriana Barbosa é a mulher por trás da toda a plataforma Feira Preta, que, em 2019, se transformou na PRETAHUB. A plataforma é resultado de 18 anos de iniciativas do Instituto Feira Preta no trabalho de mapeamento, capacitação técnica e criativa, aceleradora e incubadora do empreendedorismo negro no Brasil. Em 2017, a empresária foi eleita uma das 51 pessoas negras com menos de 40 anos mais influentes do mundo.

Ana Clara Schneider é consultora, ativista e militante pelos direitos das pessoas com deficiência. Formada em Comunicação Social (ESPM-SP) e pós-graduada em Tecnologia Assistiva (CIEPH), acredita que negócios e causas podem andar juntos. Por anos, foi planejamento criativo em agências de comunicação. É fundadora da Sondery Acessibilidade Criativa, a primeira consultoria de acessibilidade com foco em consumo do mercado.

Beth Ponte é gestora cultural, pesquisadora e consultora. É autora do projeto “Qualidade para a Cultura”, membro do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Organizações Sociais da Cultura (ABRAOSC) e do Observatório de Economia Criada Bahia (OBEC-BA). De 2010 a 2018, foi Diretora Institucional do Programa NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) e, até 2020, German Chanceller Fellow da Fundação Alexander von Humboldt, na Alemanha.

Bruno Barroso é especialista em Gestão de Negócios pela Fundação Dom Cabral e bacharel em Comunicação Social, com ênfase em Relações Públicas, pela UFMG. Em 2015, fundou a plataforma Prosas, que busca dar mais eficiência ao trabalho de empresas e governos nos processos de parceria com o Setor Social. É sócio-fundador da Nexo Investimento Social, que, desde 2011, já mobilizou mais de R$ 500 milhões de grandes empresas para mais de 100 organizações em 16 estados brasileiros.

Dani Ribas, doutora em Sociologia (Unicamp), é Diretora de Pesquisa do DATA SIM e da Sonar Cultural Consultoria. Foi consultora da UNESCO e do Mercosul Cultural, pesquisadora do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc São Paulo e fez pesquisa em Economia Criativa para o IPEA. Além de prestar consultoria a artistas, selos e managers, ministra cursos on-line sobre empreendedorismo e planejamento na música, remuneração na música, gestão de carreiras, gestão de projetos, relacionamento com público e relevância artística.

Daniele Torres é pós-graduada em História da Arte, Gestão da Cultura e Comunicação Empresarial. Em mais de 20 anos de carreira, atuou como museóloga, produtora e gestora de espaços culturais e organizações sociais. Especializada em leis de incentivos fiscais, planejamento estratégico e captação de recursos, foi gestora de patrocínios de grandes corporações e diretora-gerente do Instituto AES. Além da empresa Companhia da Cultura, é também sócia e coordenadora de cursos na escola Cultura e Mercado.

Erick Krulikowski, sócio-diretor da iSetor, é professor convidado da Fundação Dom Cabral e da Fundação Getúlio Vargas. Com 20 anos de experiência em gestão executiva e negócios, articulou projetos junto a diversas instituições. Coordenou o Laboratório de Negócios do Programa Empreendedores Criativos (Criativar), o Programa de Capacitação de Empresários do Setor Audiovisual (Objetiva) e o Programa da Música Independente do Sebrae Minas.

Evandro Fióti é referência quando se fala em empreendedorismo e agenciamento artístico no Brasil. Fundou, ao lado do irmão Emicida, a LAB Fantasma, hub de entretenimento que tem gravadora, editora, produtora de eventos e marca de streetwear. A plataforma surgiu para preencher a lacuna existente de negócios que valorizem a estética e cultura negra e periférica. Em 2016, Fióti, também músico, lançou seu primeiro EP, “Gente Bonita”.

Guilherme Petrilli é administrador por formação e storyteller por vocação. Após cinco anos de experiência como professor e quase uma década de atuação no mercado em áreas de relacionamento e marketing de grandes empresas, estudou inovação e empreendedorismo para se reinventar e perceber que podia viver de histórias.

Isaíra Maria Garcia de Oliveira, pesquisadora na área de entretenimento, tem pós-doutorado em Comunicação e Consumo, doutorado em Artes e mestrado em Hospitalidade. É docente em cursos de pós-graduação no Senac São Paulo e no Centro Paula Souza. É autora do livro “Produção Executiva – Logística de Shows e Eventos Artísticos” (Escrituras, 2016), entre outros.

Jailson de Souza e Silva, geógrafo, é doutor em Sociologia da Educação. Foi Secretário de Educação de Nova Iguaçu/RJ e Subsecretário de Assistência Social e Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro. É fundador do Observatório de Favelas e Diretor Geral do Instituto Maria e João Aleixo. Escreveu “Por que uns e não outros?” (Contraponto, 2018), “Favela: Alegria e Dor na Cidade” (Senac, 2005) e “O Novo Carioca” (Mórula Editorial, 2015).

Leandro Valiati, economista, é PhD em Desenvolvimento Econômico e pós-PhD em Indústrias Criativas (Labex-ICCA/Sorbonne-Paris 13). Professor e pesquisador de indústrias criativas e economia da cultura em universidades do Brasil, Espanha, França e Reino Unido. É pesquisador visitante sênior do Global Policy Institute – Queen Mary University of London.

Leonardo Brant é documentarista, diretor-associado da Deusdará Filmes e autor dos filmes “CTRL-V”, “COMER O QUÊ?” e “PSIQUÊ”. Dirigiu o programa “Idade Mídia”, para o Canal Futura, e codirigiu a série “Utopia Brasil”, para o CineBrasilTV. Durante duas décadas, atuou como pesquisador, consultor, palestrante e autor de livros sobre mercado e políticas culturais. Ao longo de sua carreira, criou e desenvolveu inúmeros projetos, empresas e organizações sociais de grande impacto.

Leonardo Castilho, surdo, é ator, performer, educador, ativista, MC e produtor. É idealizador e responsável pela festa Vibração e pelo Bloco VibraMão. Além de produtor da Sencity Brasil, do Festival de Folclore Surdo e do Festival Clin d’Oei, na França, é MC do Slam do Corpo e integrante da Global Deaf Aid Foundation (GDAF). Desde 2005, atua no setor educativo do MAM-SP. No Rock in Rio 2017, foi repórter em libras para o Multishow.

Lucimara Letelier, gestora cultural há 20 anos, é fundadora do Museu Vivo, consultoria de inovação, sustentabilidade econômica e regeneração para museus e instituições culturais. Como Diretora Adjunta de Artes do British Council, coordenou o Programa Transform Museus. É curadora e coidealizadora do HiperMuseus. Além de integrar Conselhos do ICOM Brasil, ICOM MPR e ActionAid Brasil, é professora do MBA de Gestão Cultural e MBA de Gestão de Museus pela ABGC e Universidade Candido Mendes. Recentemente, assumiu como Diretora Adjunta Institucional do MAM Rio.

Maria Helena Cunha, gestora cultural, é mestre em Educação (UFMG) e especialista em Planejamento e Gestão Cultural (PUC-MG). Coordenadora geral da EAD Inspire e da Inspire Biblioteca Virtual. Publicou os livros “Gestão Cultural: Profissão em Formação” (DUO, 2007) e “Planejamento Estratégico de Projetos e Programas Culturais” (Senac, 2019). Atualmente, é assessora da Secretaria Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Marta Porto é crítica de cultura, jornalista e pensadora. Foi a mais jovem coordenadora de um dos escritórios da Unesco no Brasil (Rio de Janeiro, 1999-2003), membro do Comitê que elaborou a Agenda 21 de Cultura das Cidades (Barcelona, 2004) e, em 2011, exerceu o cargo de Secretária de Cidadania e Diversidade do Ministério da Cultura. É autora de mais de 40 artigos sobre artes, cultura e política, publicados em diversas línguas e nas principais publicações internacionais sobre temas culturais. Recentemente, lançou o livro “Imaginação: Reinventando a Cultura” (Pólen Livros, 2019).

Mila Guedes, publicitária, é sócia-diretora da empresa Mila Guedes Consultoria, onde atua com diversidade e inclusão de pessoas com deficiência. Idealizadora do Milalá, ponto de encontro digital que elabora pareceres e análises de lugares acessíveis para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, estimulando-as a passear, viajar e participar da vida cotidiana. Em 2019, coordenou um projeto sobre gênero e deficiência.

Nathy Faria é artista, empreendedora, mestre em Economia Criativa e Gestão Cultural e mestre em Direção de Marketing Digital. Desde 2014, atua como consultora de music business, já tendo trabalhado diretamente com mais de 300 artistas no planejamento de marketing, consultorias e mentorias. Além de ensinar empreendedorismo e marketing musical na #EscoladaNathy, dirige a La Otra, produtora musical em Madrid, e é orientadora do Máster de Industria Musical da DJP Music School.

Rafa Cappai, artista e empreendedora criativa em série, é criadora da Espaçonave e dona de uma trajetória artística e acadêmica rica e plural. Com uma linguagem simples, decodificada, acessível e cheia de paixão, fala de criatividade, inovação, nova economia, empreendedorismo, comunicação, negócios e de vida.

Regina Vieira é graduada em Relações Públicas, especialista em Cooperativismo e MBA em Gestão de Negócios. Possui ampla experiência na gestão de projetos de fortalecimento dos setores culturais, na implementação de estratégias para a consolidação de arranjos territoriais criativos e na criação de modelos para o aumento da competitividade dos negócios da economia criativa.

VJ Pixel iniciou sua carreira como VJ em 2002 e, desde então, já realizou trabalhos na Ásia, Europa, América do Norte e do Sul. Além de performances visuais, desenvolve obras multimídia que questionam a relação das pessoas com tecnologias digitais, por meio da utilização de tecnologias livres e/ou pervasivas, onde o público assume papel de autor. É diretor de XR, que engloba realidade virtual e aumentada, curador do X-Reality USP, criador do projeto Rede InfoAmazonia (premiado pelo Google) e da iniciativa Jandig (premiada pela Mozilla).

Voltar
Ícone Social Facebook Ícone Social Instagram Ícone Social Youtube

Apoio

Logo de apoiador Logo de apoiador Logo de apoiador Logo de apoiador

Realização

Logo de gestor

 

Logo de gestor Logo de gestor